X
Fale Conosco
Whatsapp
E-mail
Clique aqui
Clique aqui

Como o tratamento acústico do estúdio de gravação interfere na sua música

Para gravar música com o máximo de qualidade, o tratamento e o isolamento acústico do estúdio devem evitar os efeitos de eco, ressonância, reverberação e a interferência de sons externos.

Quando uma fonte produz um som, ele chega até o nosso ouvido em instantes diferentes, dependendo se for um som direto ou se sofreu uma ou mais reflexões. O ouvido humano só consegue distinguir dois sons que chegam a ele com um intervalo de tempo superior a um décimo de segundo (0.1 s). O som percebido pelo ouvido resulta da sobreposição dos sons diretos e dos sons refletidos. Se a diferença de caminhos entre o som direto e o refletido for muito grande, a audição será confusa.

A reverberação acontece quando a diferença entre os instantes de recebimento de dois sons for inferior a 0,1 segundo.

 

O eco, a ressonância e a reverberação são efeitos sonoros que ocorrem por causa da reflexão do som em uma superfície lisa. Quando uma onda sonora se propaga e encontra um obstáculo, como uma parede, por exemplo, incide sobre ele e retorna para o meio no qual estava se propagando. Ao contrário, superfícies rugosas absorvem bem o som.

Em um ambiente fechado ocorrem muitas reflexões do som. Dessa forma, os ouvintes escutam o som de forma direta e também a partir de vários sons refletidos e o prolongamento no tempo de duração do som dificulta a inteligibilidade.

 

Problemas de acústica em estúdios de gravação são comuns

Quem já não teve problemas ao fazer uma mixagem em sua sala de gravação? Algumas vezes o grave pode estar soando muito alto e o problema não está no instrumento, mas sim na acústica da sala que está refletindo muito as freqüências graves.

Para uma acústica perfeita em um estúdio de gravação, a reverberação deve ficar em torno de 0,8 a 1,2 segundos para uma boa captação dos instrumentos musicais. Em um espaço com taxa de reverberação inferior a 0,8 segundos o som fica “seco”. Se a reverberação for superior a 1,2 segundos, novos sons misturam-se com a reverberação prolongada e com sons já emitidos antes causando confusão.

Isso explica porque ocorrem sons “esquisitos” e pouco secos em alguns estúdios de gravação. Uma batida no bumbo da bateria, por exemplo, ao invés de gerar o som correto, emite outros sons que a própria sala reflete.

Espuma acústica corrige a reverberação do som

espuma acustica

O tratamento acústico deve ser feito para deixar um ambiente com mais definição, permitindo que todas freqüências, graves, médias e agudas, sejam escutadas com clareza. Para que isso ocorra em um estúdio de gravação é preciso diminuir a reverberação, incluindo nas paredes, pisos e teto, elementos que absorvam o ruído. Existem alguns materiais que possuem essas características: tecidos grossos, cortinas, tapetes, móveis, madeira e espuma acústica, entre outros. O revestimento das superfícies da sala com material absorvente acústico evita as reflexões do som. Mas é preciso ter cuidado. Uma absorção excessiva pode criar um som morto na sala.

A espuma acústica tem a capacidade de absorver o som. Aplicada nas paredes e teto do estúdio de gravação,  reduz o tempo de reverberação e as perturbações de sons indesejados ou ecos, proporcionando maior “limpeza” de gravação.

Além de minimizar os ecos sonoros em estúdios de gravação, a espuma acústica também pode executar a mesma função em outros ambientes:

  • home theaters
  • casas de shows
  • igrejas
  • ginásios
  • auditórios
  • salas de treinamento
  • centrais de telemarketing
  • escritórios
  • restaurantes
  • indústrias

Isolamento acústico de estúdio de gravação

 

Para que um estúdio de gravação tenha uma boa acústica o som gerado no interior deve permanecer 10 dB acima do ruído de fundo. Para isolar a interferência do barulho externo é possível recorrer à amplificação sonora, mas o melhor mesmo é investir também no isolamento acústico do estúdio de gravação.

Diferentes materiais podem ser usados no revestimento das paredes de um estúdio de gravação para  atenuar o som. De uma forma geral, o uso de paredes duplas com lã de rocha aplicada entre elas tem grande eficácia. Outro ponto importante é isolar também portas e janelas. Existem diversos modelos de janelas e portas acústicas que servem para evitar a interferência do som tanto no ambiente interno como no externo.

Com bastante pesquisa e uso dos materiais adequados é possível fazer o isolamento e o tratamento acústico de estúdios de gravação sem maiores problemas.

Mas para ficar tranqüilo e obter os melhores resultados, trabalhar com profissionais especializados em acústica é a melhor opção, principalmente se possuírem experiência e conhecimento para executar o projeto.



Deixe uma resposta